TODOS OS POEMAS AQUI POSTADOS TÊM DIREITOS DE AUTOR. É EXPRESSAMENTE PROIBIDO COPIAR OU COLAR QUALQUER TEXTO AQUI EXPOSTO SEM A AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DO AUTOR.

sábado, 27 de novembro de 2021

DEAMBULANDO EM MIM...


Às vezes me sinto 

em solidão

pensando no que tive

e que perdi

sabendo no entanto

que o passado

são apenas recordações

do que vivi.


Outras vezes me sinto

triste e só

como um navio à deriva

em alto mar

olhando o horizonte

tão longínquo

pensando nunca mais

o alcançar.


Neste marasmo emocional

onde tristeza

se quer enraizar dentro de mim

uma luz se acende

e de repente

me guia noutro rumo

noutro fim.


Quando tudo parece

nublado

sem vislumbramos a estrada 

à nossa frente

o sol que até então

estava encoberto

renasce e nos aquece

novamente.


Por vezes divagamos

na incerteza

ofuscados numa falsa 

inquietação

que nos faz esquecer 

desta certeza 

que o amor é a única beleza 

para dar mais calor... 

ao coração.


Mário Margaride

27-11-2021 

                                    Feliz fim de semana! 
                                       Beijos e abraços! 


46 comentários:

  1. Nem sempre a solidão é má companhia. Gosto de por vezes ouvir e sentir o silêncio da solidão. Claro que a solidão não é estar momentos, um dia, uma hora sozinho. A solidão é MUITO MAIS que isso.
    Gostei muito da intensidade do poema.
    .
    Um Sábado feliz …. Abraço e/ou beijinho.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Ricardo.
      É verdade. Por vezes precisamos de estar sós para refletir sobre nós, e o que gira à nossa volta. Essa é a solidão saudável. Há a outra solidão, aquela onde nada existe junto de nós, apenas nós próprios, e nossas recordações. Essa solidão, é que é inquietante.
      Muito Obrigado, pela leitura e gentil comentário.
      Votos de de bom domingo.
      Abraço amigo.

      Eliminar
  2. Olá, amigo Mário!
    Linda poesia! Acho que depende muito, a solidão é a porta aberta de encontro as lembranças do passodo e as vezes isso é inevitável, pois só revivendo podemos seguie e fazer diferente.
    Gosto de me encontrar e para isso um momento de solidão se faz necessário.

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Fatyma!
      Assim é minha amiga. Há aquela solidão que precisamos para refletir, que nós próprios impomos. E há a outra, inquietante, que nos faz ter saudades do que está para trás, e que nós coloca numa solidão contra a nossa vontade.
      São realidades diferentes. Mas ambas são verdadeiras.

      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras e gentis palavras que aqui deixaste.

      Continuação de ótimo domingo!
      Beijinhos!

      Eliminar
  3. Embora a solidão por vezes aperte o coração, há que manter acesa a chama da esperança de novos amanheceres que podem trazer calor e amor à nossa vida.
    Bom fim de semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Maria.
      Embora nem sempre é possível evitar estes sentimentos.
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixou.
      Beijinhos, e bom domingo!

      Eliminar
  4. É como diz, estimado MM.
    Por partir um amor, não morre o amor na Terra...
    Há que fazer um luto bem feito, deambular interiormente esclarecendo dúvidas, incertezas, inquietações procurando o equilíbrio... Aprender com os erros... Depois arrumar tudo em gavetas e partir para o futuro.
    Este seu poema intimista está muito expressivo, belo e humano.
    Há sempre meios de minimizar a solidão. A poesia e a 'blogagem' ajudam muito.
    Um bom fim de semana... Cuide-se muito... Beijinho, amigo.
    ~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Majo.
      Assim é minha amiga. É um exercício que temos que fazer, para nos mantermos lúcidos, sem descambarmos para um poço sem fundo. Por vezes não é fácil, principalmente para quem vive só. Mas temos que ter essa capacidade, para ultrapassar esses mais negativos pensamentos.
      Naturalmente, que a poesia e a "blogagem", ajudam a combater essa solidão, mas não chega. Falta o calor humano.
      Enfim...vamos gerindo a situação da melhor forma possível...
      Muito Obrigado, pelas sempre muito importantes palavras que aqui deixou.

      Continuação de um bom domingo, com muita saúde.
      Beijinhos, com carinho e amizade.

      Eliminar
    2. 🍁🍁👏🌂 (Gosto de deixar um sinal para perceber que li... Bjs)

      Eliminar
    3. 😀🍀👌(Eu sei que lê, minha amiga. Os seus comentários são o exemplo disso mesmo.
      Beijinhos)

      Eliminar
  5. Boa tarde, amigo Mário!
    Como de hábito, você escreveu uma poesia belíssima e significativa. A tristeza e a solidão por vezes amarguram nosso viver, mas tudo na vida tem remédio. Há que deambular pelos caminhos do coração, pois é bem possível que, muito antes do amanhecer, o sol apareça e nos acorde para a vida com seus raios de esperança.
    Renovo meus parabéns pelo poema.
    Bjs, Marli

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Marli!
      Assim é minha amiga. Tudo tem remédio, sem dúvida alguma.
      Mas nem sempre é fácil lidar com estes sentimentos, principalmente quem vive só.
      Mas nunca perdemos a esperança, de novo dia, novo sol...

      Muito Obrigado, pelas simpáticas e gentis palavras que aqui deixaste.

      Beijinhos, e continuação de feliz domingo!

      Eliminar
  6. A veces me gusta sentirme en soledad trayendo todos los recuerdos de vuelta!

    Besos y feliz finde Mario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga!
      Por vezes assim é. Há essa necessidade de relembrar bons momentos passados...
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.

      Beijinhos, e feliz domingo!

      Eliminar
  7. Que poema poderoso! Simplesmente belo! Amei
    -
    Existe uma beleza inexplicável, no ar
    -
    Beijo e um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amiga Cidália.
      Grato, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.

      Beijinhos, e feliz domingo!

      Eliminar
  8. Oi meu querido amigo e poeta Mário simplesmente lindo o poema ,amei ler ❣️
    Meu carinho e gratidão sempre !
    Abraço carinhoso...🙏💐💝

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Cris!
      Muito Obrigado, pelas simpáticas e carinhosas palavras que aqui deixaste.

      É sempre um prazer ter-te aqui no meu cantinho.
      Continuação de feliz domingo!
      Beijinhos, com carinho e amizade! 😘🌹

      Eliminar
  9. Bello y reflexivo poema. Uno a veces necesitar pensar y meterse en uno mismo. Te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Alex!
      Assim é minha amiga.
      Às vezes precisamos mesmo de uma reflexão interior, para pormos as nossas ideias em ordem.
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.
      Beijinhos, e feliz semana!

      Eliminar
  10. yes, the past just memories.... but, never be forgotten sometimes...

    beautiful words as always ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é minha amiga.
      Por vezes temos que revisitar as memórias do passado, para pormos as emoções em dia.
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.
      Beijinhos, e feliz semana!

      Eliminar
  11. Gostei muito do poema que, para além de conter uma certa angústia, tem também uma rasgada janela de esperança.
    Abraço poético.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, amigo Juvenal.
      Muito Obrigado, pela leitura e gentil comentário que aqui deixou.
      Votos de uma excelente semana!
      Abraço amigo.

      Eliminar
  12. por vezes sabe bem estar so lindo poema um feliz domingo bjs saude

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Isa!
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.
      Beijinhos, e feliz semana!

      Eliminar
  13. (Vou comentar en galego)
    Un poema que se vai animando a sí mesmo, segundo trascorre pelo seu destino.
    Igual que o tempo ten altibaixos, muda de anubado a solleiro, así, as nosas vidas, o noso pensamento, o noso acontecer e estado de ánimo, pode mudar ó mínimo atisvo de calquer cousa que nos sorprenda e cause benestar.
    Non ten por qué ser só o amor o que transforme a nosa vida. Hai algo mais, que son as pequenas cousas de cada día, ata un cafeciño que nos saiba mellor que outro, un sorriso, unha sorpresa agradable...
    Sempre arriba, amigo Mario!
    Feliz domingo
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Beatriz!
      Assim é minha amiga. A vida é feita de altos e baixos. Tristezas, alegrias, recordações de bons momentos.
      Sem nunca perdermos a esperança de dias melhores.
      Muito Obrigado, pelas simpáticas e gentis palavras que aqui deixaste.
      Votos de uma excelente semana, com muita saúde!
      Beijinhos!

      (Gostei do teu galego)

      Eliminar
  14. Meu querido amigo, para estar em má companhia, mais vale a solidão...

    Te abraço , bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, amiga São. Mais vale só que mal acompanhado.
      Embora seja difícil esquecer bons momentos passados...

      Votos de uma excelente semana, minha amiga.
      Beijinhos!

      Eliminar
  15. O veneno da serpente
    Se cura com outro veneno,
    Como no amor. Se um aceno
    De solidão tua alma sente,
    Busque mais que de repente,
    Se o teu se foi, outro amor,
    Visto que sozinho, a dor
    É mais intensa e com alguém
    A solidão passa além.
    Busque o teu amor repor.

    Muito bom o teu poema, meu amigo. Abraço cordial. Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Laerte!
      Muito Obrigado, pelo teu belo poema em forma de comentário, que muito gostei.
      É sempre um prazer enorme, ter-te aqui no meu cantinho.
      Votos de uma excelente semana, com muita saúde!
      Abraço amigo.

      Eliminar
  16. Passando para reler e desejar uma excelente semana.

    Beijo e boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Fatyma.
      Votos de uma excelente semana, igualmente para ti.
      Beijinhos!

      Eliminar
  17. Olá Mário,
    Apesar de conter alguma tristeza, este poema está formidável, parabéns!
    Desejo-lhe uma semana muito feliz, beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, amiga Isamar, pelas simpáticas palavras que aqui deixou.
      É sempre um grande prazer, recebê-la aqui no meu cantinho.
      Votos de uma excelente semana!
      Beijinhos!

      Eliminar
  18. Quantas dezes divagamos por dentro de nós e encontramos memórias que guardámos. E depois sabemos que aquilo que recordamos nos muda o jeito de sentir essas mesmas memórias. Muito sentido o seu poema, meu Amigo Mário.
    Continue a cuidar-se bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, amiga Graça. Muitas vezes, muitas vezes...
      Muito Obrigado, pelas simpáticas e gentis palavras que aqui deixou.
      É sempre um grande prazer, recebê-la aqui no meu cantinho.
      Votos de uma excelente semana, com muita saúde.
      Beijinho!

      Eliminar
  19. Apesar de nostálgico eis aqui um belíssimo poema. Não temos como fugir das lembranças, porque a memória tatuou os acontecimentos bons e ruins. Mas , nós que amamos escrever, sabemos o que fazer : escrevemos poemas. E o teu ficou um primor, caro poeta Mario.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é minha amiga.
      Cada um de nós, tem recordações que não esquece. Que de vez em quando, emergem em nós, e nos deixa nostálgicos
      Muito Obrigado, querida amiga Lucia, pelas simpáticas palavras que aqui deixaste.
      Beijinhos, e continuação de ótima semana!

      Eliminar
  20. Gostei deste desnudar da alma e coração do poeta.
    Saudades do passado, quem não tem? Salvam-nos as recordações.
    Beijo meu amigo, boa noite.
    (Mário, releia o título do poema.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Teresa
      É verdade, todos nós temos saudades das coisas boas do passado. No entanto, dependendo da situação de cada um, sentimos, mais ou menos, essas saudades.
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras que aqui deixou.
      Beijinho, e uma boa noite para si também.
      (Obrigado, pelo reparo que fez em relação ao título do poema, não me tinha apercebido. )

      Eliminar
  21. Um poema tão lindo, sentido e inspirador!!! Sim poeta, a vida pode ser bela, podemos trilhar novos caminhos, podemos viver tudo ou quase tudo o que nos permitirmos e buscarmos, nada de ficar parado na tristeza, não é mesmo?
    O Sol nasceu nos convidando para um novo dia!!!
    Um abraço
    Valéria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Valéria.
      Há momentos na vida para tudo. Para a saudade, para as boas recordações, mas nunca perder a esperança de novos dias!
      Muito Obrigado, pelas simpáticas palavras e assertivas palavras que aqui deixaste
      Beijinhos, e continuação de ótima semana!

      Eliminar