TODOS OS POEMAS AQUI POSTADOS TÊM DIREITOS DE AUTOR. É EXPRESSAMENTE PROIBIDO COPIAR OU COLAR QUALQUER TEXTO AQUI EXPOSTO SEM A AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DO AUTOR.

segunda-feira, 31 de maio de 2021

APENAS ATORDOADO



Num exíguo e curto espaço 

Há tempo suficiente

Para perceber num instante 

Que há boa gente, e má gente


É fácil não custa nada 

É só prestar atenção 

Basta olhar à nossa volta 

Para tirar a conclusão 


Vemos gente bem-falante 

Mas miolos...têm poucos

Mas é lá nos gabinetes

Que "jogam" a vida dos outros 


Senhores de tudo, e de todos 

Cuidado com o que fazeis...!

Porque o Mundo treme, não morre 

Apenas, anda aos papéis 


Vocês lá do vosso trono 

Não penseis que o povo dorme 

Apenas atordoado 

Do torpor...que o consome. 



Mário Margaride 







47 comentários:

  1. Bom dia Mario!
    A imagem já fala por si só.
    É o que vemos o tempo todo,senhores do poder a zombar do povo.
    Xeru

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vall!
      É como dizes. Aqueles que estão no poder vão-nos manipulando, e nós o Zé Povinho é que nos lichamos.
      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  2. Poema bem conseguido e ritmado, fazendo revelar a diferença entre igualdade e equidade.
    Abraço poético.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amigo Juvenal.
      É isto já vem de longe! O compadrio e a corrupção estão de tal forma enraizadas, que quem se lixa é sempre o Zé Povinho.
      Muito Obrigado, pela visita comentário.

      Abraço poético.

      Eliminar
  3. Excelente!

    A última q2uadraq fez-me lembrar António Aleixo.

    Beijinho, Mário, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o País que temos,amiga São!
      E como já dizia António Aleixo no seu tempo.
      Daí para cá, pouco ou nada mudou.

      Beijinhos,e boa semana!

      Eliminar
  4. Mário o teu poema retrata bem o que temos no nosso Portugal os poderosos que tudo tem e os pobres que fazem o que eles mandam e muito calados um bjo uma linda semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sara.

      Assim é minha amiga. É o País que temos!
      Obrigada, pela visita e comentário.

      Beijinhos e ótima semana!

      Eliminar
  5. pois eu nestes tempos penso que ha mais pessoas que so pensam mais neles que nos amigos lindo poema bjs saude

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Isa. É o País que temos.
      Obrigada, pela visita e pelo teu comentário.

      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  6. Tão realista o seu poema, Mário!
    Um abracinho!
    Megy Maia❤💋❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Megy.
      Assim é minha amiga. É o País que temos!
      Muito Obrigado, pela visita e gentil comentário.

      Beijinhos e ótima semana! 😘❤️🌹

      Eliminar
  7. Um poema que é uma chamada de atenção para aquilo que nos rodeia e nos é afirmado como se fossem verdades.
    E ao lê-lo lembrei do nosso poeta popular António Aleixo:
    "Vós que lá do vosso império
    prometeis um mundo novo,
    cuidado que pode o povo
    querer um mundo novo a sério".
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Graça.
      Os tempos mudam, mas a realidade é semelhante à do tempo do António Aleixo. Os vícios do poder permanecem iguais.
      A mentira e a corrupção corrói a sociedade.

      Grato, pela visita e assertivo comentário.
      É sempre um prazer recebê-la aqui no meu cantinho.

      Beijinhos, e boa semana com muita saúde.

      Eliminar
  8. Um brilhante e pertinente poema.
    Boa semana
    B3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Maria.
      A mentira e a corrupção corrói a sociedade.
      É uma prática recorrente, quais quer que sejam os governantes.
      Enfim...É o País que temos.
      Beijinhos, e boa semana!

      Eliminar
  9. Muito lindo o teu poema adorei...um beijinho e uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Natércia!
      Muito Obrigado, pela visita e comentário.

      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  10. Boa tarde. Obrigado por nos trazer esse poema interessante. Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite.
      Muito Obrigado, pela visita e comentário.
      Volte sempre!

      Abraço e boa semana!

      Eliminar
  11. Amigo Mário, excelente poema que retrata e deixa transparecer, que todos os políticos são iguais, falo naqueles "muitos", que pouco tem a ver suas ideias com o povo. Primeiro são eles, segundo são eles...Aqui andamos anojados disso, desde que nasci escuto a mesma coisa, e agora muito pior. Quantos anos mais? As promessas de campanha são as mesmas, um blábláblá maravilhoso! Essa foto está perfeita.
    Excelente poema, meu amigo.
    Aplausos!
    Beijinhos e uma boa semana, cuidando-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Tais, assim é infelizmente. A corrupção, está infestada por todo o lado,e não é nada de novo. Está enraizada em tudo quanto é lado. Seja qual for o governo que esteja no poder. Enfim...esperemos que um dia se faça verdadeiramente justiça!
      Muito Obrigado, amiga Tais, pela visita e gentil comentário.

      Beijinhos e excelente semana!

      Eliminar
  12. Gente de dobre face. Por diante tudo fica bem e po detras escondem sua ruindade.
    Gostei de ler seu poema que denuncia e prevém iste tipo de cousas que aconteçem dende que o mundo é mundo.
    Obrigado pelas suas visitas. Agora ja pode voltar. Hai algo novo.
    Abraço e feliz tudo o mes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Beatriz.
      Pois é minha amiga. A corrupção está espalhada por tudo quanto é lado. E nós, o povo, é que sofremos na pele, estas manobras para sacar o dinheiro de todos nós,e saírem impunes.
      Muito Obrigado, pela visita e gentil comentário.

      Beijinhos e ótima semana!

      Eliminar
  13. Asi es mi amigo, ya los políticos
    han mentido tanto, que sinceramente
    es difícil volver a confiar en ellos
    y esto es mundial.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Siby.
      É verdade. Não se pode confiar nos políticos. Não são todos, claro! Mas são muitos. E todos os interesses que giram à volta do poder político. Enfim...esperemos que um dia haja verdadeiramente justiça.

      Gracias por tu visita e gentil comentário.
      Besitos dulces.

      Eliminar
  14. A arte poetica também serve para denúnciar abusos e corrupções do meio político revelando a indignação que massacra os coracoes retos e dignos
    Portugal e Brasil conhecem bem esse problema. Teu poema bem escrito querido poeta Mário. Gostei muito.
    Abraços . 🌷

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Lucia, todos temos o dever de denunciar abusos do poder, principalmente quando se trata de atos de corrupção.
      Porque é o nosso dinheiro que está em causa. Ou seja:o erário público.
      Muito Obrigado, pela visita e pelas palavras que aqui deixaste muito assertivas.

      Beijinhos, e ótima terça feira! 😘🌹

      Eliminar
  15. Olá amigo Mário!
    Passei para te deixar um beijinho😘😘😘🥰 te desejar uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Natércia!
      Muito Obrigado, pelo teu carinho e amizade.
      Beijinhos, e continuação de ótima semana igualmente para ti.

      Eliminar
  16. Pudesse eu, metia no mesmo saco corruptos e corruptores que roubam descaradamente o povo e... mar alto com eles.
    Mário, gostei deste seu poema-denúncia.
    Beijo, fique bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso exatamente o mesmo. É o que esta gente merecia.
      Mas isto não é novo. Já vem de longe. Só que, nada acontece. A justiça, é a que conhemos. Duvido, que dos casos que conhecemos, alguém será devidamente condenado.

      Muito Obrigado, amiga Teresa, pelas palavras assertivas que aqui deixou.

      Beijinhos, e ótima terça feira!

      Eliminar
  17. Olá, amigo Mário, boa noite!

    Um poema onde nos mostra a sabedoria da idade, mas também, a do bom senso e da integridade.
    Coisa que falta a quem " É dono disto tudo !"
    Só espero e desejo fomente, que o povo acorde, deste torpor que o consome.
    O meu aplauso!

    Grande beijinho, feliz Junho !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. queria dizer : fortemente e não fomente :)

      Beijinho

      Eliminar
    2. Olá, amiga Fê, boa noite!
      Assim é minha amiga. Ao longo do tempo, estas situações de corrupção têm acontecido. Não são novidade. Muda o poder político, mas tudo continua na mesma. E os casos que são do conhecimento público, apodrecem nos tribunais. E,quando chegam a ir a julgamento, nada acontece.
      Por isso, todos nós temos que estar atentos, para punir este tipo de políticos. Por exemplo: nas eleições. Temos esse poder nas mãos. O resto, as sanções de ordem criminal, têm que ser os tribunais.

      Muito Obrigado, pelas suas palavras assertivas.

      Beijinhos, e feliz Junho, igualmente para si!

      Eliminar
  18. Olá, meu amigo Mário, gostei muito do seu poema, tanto pela forma como pela crítica social. Um poema para que as pessoas, principalmente as ingênuas, reflitam sobre ele. Parabéns.
    Uma boa semana, cuidando-se.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Pedro, boa tarde.
      Sem dúvida, que é simultaneamente uma crítica e um alerta, para aqueles que, por diversas razões, estejam menos atentos ou distraídos, e como disse e bem, sejam mais injenuos, abram um pouco mais os olhos.

      Muito Obrigado, pelas suas palavras assertivas que aqui deixou.
      Igualmente para si, uma excelente semana com muita saúde.

      Abraço amigo.

      Eliminar
  19. Versos que denuncian tanta mentira y tanto afan de poder, me ha gustado muchisimo leerte Mario
    Un abrazo
    Carmen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carmen.
      Assim é minha amiga. É necessário alertar consciências mais distraídas, que este é um problema muito sério, que é preciso que seja investigado e severamente punido. E não andem a passear pelos tribunais anos a fio.

      Muito Obrigado, amiga Carmen, pelas tuas palavras que aqui deixaste.

      Beijinhos, e ótima semana!

      Eliminar
  20. Boa tarde Mário,
    Um magnífico poema, uma crítica, aos que se julgam donos do mundo!!
    Gostei!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ailime, boa tarde.
      Assim é minha amiga. Esperemos que a justiça funcione verdadeiramente, e não saiam impunes desta contenda.
      É o que se espera do nosso sistema de justiça. A ver vamos...

      Obrigado, amiga Ailime, pelo comentário.

      Beijinhos, e ótima quarta feira!

      Eliminar
  21. Verdadeiro e assertivo!
    E assim vamos engolindo sapos... Beijinho, amigo MM.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é, amiga Majo. Sapos, rãs e tudo o resto.
      É assim a nossa justiça. Anos e Anos a fio, os processos nos tribunais, e às tantas, a montanha vai parir um rato!
      Enfim...

      Obrigada, pelas suas palavras.

      Beijinhos, e ótima semana!

      Eliminar