sexta-feira, 18 de junho de 2021

NO CREPÚSCULO DA NOITE


No crepúsculo da noite

a luz da nossa alegria se esbate

na aurora de um novo dia

o rosto triste de uma criança...

nos alerta


o seu sorriso tímido e assustado

nos faz refletir

no porquê desse sorriso

ao vermos na sua candura e inocência

a tristeza que sente...


Revolta-nos!!!


Porque estão tristes as crianças?

Porque não são felizes?

No crepúsculo da noite

o meu dia morreu

naquele instante...


Mário Margaride 


28 comentários:

  1. Oi querido amigo e poeta Mário meu carinho e gratidão por compartilhar este lindo poema , amei ler ...
    Te desejo um feliz fim de semana de muita luz ,paz e amor para vc !
    Um abraço carinhoso...🙏💝💐

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Cris.
      Muito Obrigado, pela visita e carinhoso e gentil comentário...
      É sempre um grande prazer ter-te aqui no meu cantinho...
      Igualmente para ti, um feliz domingo.
      Beijinhos carinhosos... 😘🌹...

      Eliminar
  2. Que pena da esas caritas tristes
    de los ninos verdad.? todos ellos
    deberían de sonreír siempre, bello
    poema querido Mario, bonito finde.
    Para ti.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Siby!
      Infelizmente assim é...no meio de variadas situações, as crianças acabam por ser as principais vítimas...
      Obrigado, querida amiga Siby, pela visita e gentil comentário...
      É sempre um grande prazer ter-te aqui no meu cantinho.
      Bom domingo, com tudo de bom...

      Beijinhos doces.

      Eliminar
  3. Há milhões de crianças infelizes, pela carência das necessidades mais básicas. Essa situação torna-as sofredoras e, por isso, tristes.
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amigo Juvenal. E são infelizmente, as principais vítimas dos conflitos armados. E, como todos sabemos, muitas morrem nestas guerras impiedosas.
      Muito Obrigado, pela visita e comentário.
      Abraço amigo.

      Eliminar
  4. As crianças, pelo simple (ou compricado) feito de selo, e ao igual que os adultos e adultas não sempre são felices. Mas nos não sabemos que elas pensan.
    Um outro poema para dar que pensar.
    Desearlhe um bo fim de semana.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é amiga Beatriz. Há muitas razões e motivos para que essa tristeza e infelicidade aconteça. Miséria, fome, abandono, maus tratos, guerras. Enfim...um universo imenso de razões, para essa tristeza e infelicidade existir...
      Que nos deve fazer a todos, refletir..
      Obrigado, amiga Beatriz, pela visita e importantes palavras que aqui deixaste.

      Beijinhos e bom domingo!

      Eliminar
  5. Sim o sofrimento de uma criança nos enternece o coração. São elas, as primeiras vítimas d indiferença dos adultos.
    Belo e triste poema mas é preciso expressar em versos o que a alma sente. Parabéns Mario! Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é verdade. Mas não só indiferença. São maus tratos, abandono, miséria, fome. E em grande escala, vítimas de guerras. Onde infelizmente, muitas morrem...
      São factos, que todos nós devemos refletir.
      Muito Obrigado, amiga Lucia, pelas palavras assertivas que aqui deixaste.

      Beijinhos e bom domingo!

      Eliminar
  6. "Porque estão tristes as crianças?
    Porque não são felizes?"

    Boa noite, amigo Mário.
    Duas perguntas pertinentes e que nos escurecem o coração.
    Há vários tipos de tristeza envolvendo as crianças, fome, guerras, abusos físicos e psicológicos, abandono, solidão e tantas mais.
    Todas elas podiam ser evitadas, mas infelizmente a humanidade caminha cada vez mais para esta triste realidade.
    Um comovente poema onde expressa bem a sua sensibilidade.

    Beijinho com amizade.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Fê.
      Fez uma análise muito assertiva, das várias causas desta tristeza e infelicidade, que milhões e milhões de crianças sofrem a cada dia que passa. É triste assistir a estas realidades, que assertivamente refenciou. E, como disse e bem, todas podiam ser evitadas. Mas infelizmente, são as crianças, as maiores vítimas de toda esta panóplia de irracionalidades promovidas pelo adultos.
      Muito Obrigado, amiga Fê, pelas palavras assertivas que aqui deixou.

      Beijinhos, e feliz domingo!

      Eliminar
  7. Olá, amigo Mário,
    essa foto abate...Nossa!!
    Crianças sentem a tristeza, a preocupação dos pais, imagine, então, as crianças pobres, abandonadas ou rejeitadas! Que triste! E os anjinhos tinham tudo para serem felizes, uma vida inteira pela frente.
    Belíssimo e forte seu poema, retrata muito bem a infelicidade, e se as crianças estão assim, imagine o tamanho do estrago que estamos presenciando.
    Um ótimo domingo, amigo, não vai ser lá muito ótimo, o vírus tornou a se espalhar por aí! E como não iria? Aqui a mesma coisa, aliás, pior. E o futebol a mil...
    Beijinhos, Mário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Tais.
      Fez uma análise muito assertiva, das razões e dos motivos desta tristeza e infelicidade das crianças. Há ainda, e não menos importantes, que são as crianças as maiores vítimas das guerras que proliferam um pouco por todo o mundo. Ficam órfãs, feridas, e muitas morrem. Que é terrível! Não devia acontecer. Enfim...esperemos que alguma coisa mude esta triste realidade.
      É verdade. A pandemia está longe de estar de estar controlada. Aqui em Portugal, também está de novo a crescer, devido a novas variantes. Eu já tenho as duas doses da vacina,e felizmente estou bem.
      Faço votos que por aí no Brazil, as coisas melhorem.

      Muito Obrigado, pelas palavras assertivas que aqui deixou.

      Beijinhos e bom domingo!

      Eliminar

  8. Belo poema e tão triste
    ninguém gosta de ver uma criança triste,  
    Obrigada pela visita ao meu blog Mario
    Boa semana !
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Lena!
      É verdade minha amiga. Nada mais triste é desolador, do que ver uma criança triste e infeliz...
      Obrigado, pela visita e gentil comentário.

      Beijinhos e ótima semana!

      Eliminar
  9. Essa é a realidade, pela falta do pai ou da mãe, pelas brigas entre o casal, pela solidão...Sim, é muito triste. Belo poema. Abraços, Mario!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Shirley!
      Sim, essas são realidades inquestionáveis. Mas existem outras, quiçá mais violentas, como a fome, a miséria e a guerra, que destroçam as crianças, e as traumatizam para sempre...
      Muito Obrigado, pela simpática visita, e gentil comentário.
      É sempre um prazer, recebê-la aqui no meu cantinho.

      Beijinhos e feliz semana!

      Eliminar
  10. Dilacera o coração ver o olhar triste de uma criança, seja qual for o motivo.
    Sentido, sensível e belo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é minha amiga. Dói muito ver uma criança triste e infeliz...

      Muito Obrigado, pela visita e gentil comentário.
      É sempre um prazer, recebê-la aqui no meu cantinho.

      Beijinhos e ótima semana!

      Eliminar
  11. Mário!
    O teu poema é lindo e quando fala sobre crianças o meu coração abana sempre pois eles são quem mais sofre no meio de muitos turbilhões que por vezes a vida dos pais se relaciona com muitos problemas um bjo😘🥰um lindo domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sara!
      É verdade minha amiga. Nada mais desolador e inquietante, do que ver crianças tristes e infelizes. Uma triste realidade, que nos deve alertar a todos.
      Muito Obrigado, amiga Sara, pelas palavras assertivas que aqui deixaste.

      Beijinhos😘 e feliz semana!

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Obrigado, Isa.
      É sempre um prazer, ter-te aqui no meu cantinho.
      Beijinhos e feliz semana!

      Eliminar
  13. Amigo Mário, estão tristes todas as crianças do Mundo. E nós, adultos, somos todos culpados.
    Como disse Eça de Queirós “As crianças são os únicos seres divinos que a nossa pobre humanidade conhece. Os outros anjos, os das asas, nunca aparecem.”
    Tema triste este, senhor poeta.
    Beijo, boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão amiga Teresa.
      Nós, adultos, somos todos culpados. Por isso mesmo, temos a responsabilidade de inverter essa triste realidade.

      Muito Obrigado, pela visita e palavras assertivas que aqui deixou.

      Beijinhos, e boa semana igualmente para si.

      Eliminar